O SUICÍDIO A PARTIR DA PERSPECTIVA DO ACONSELHAMENTO PASTORAL

  • Waléria Cristina Viana da Silva
Palavras-chave: Suicídio, Aconselhamento Pastoral, Ato imediato, Métodos, Fenômeno Social

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar o suicídio a partir da perspectiva do aconselhamento pastoral, pois ele vem se agravando ao longo dos anos de uma maneira admirável, afetando a saúde de homens e mulheres e até mesmo na vida dos cristãos. As igrejas por ser um local onde trata-se de vidas, têm sido vistas como comunidades terapêuticas onde as pessoas se sentem acolhidas a procurarem ajuda. E através do aconselhamento pastoral, vem agregar por meio de uma conversa aberta reduz a probabilidade de ocorrer o suicídio ou até mesmo adiar a tentativa. O suicídio não se trata de uma doença apesar dele ser muitas vezes associado a uma doença mental, mas de ato imediato para colocar fim a um sofrimento. A partir do problema de pesquisa levantado “de entender o suicídio a partir do aconselhamento pastoral, se fez um estudo com base na literatura bíblica, livros teológicos de aconselhamento cristão e de outras fontes metodológicas a ser compostas no desenvolvimento do artigo. Dessa forma, o artigo vem discutir a partir dos seus métodos, o processo do aconselhamento aos que tem risco de suicídio, apontar o caminho para o aconselhamento pastoral e descrever o suicídio como fenômeno social.

Publicado
2019-06-21